A Villa Tijuca, com seu nome tirado do bairro, é um projeto de espaço de “recursos” para as residências entre a França e o Brasil. Este projeto é uma iniciativa da Aliança Francesa do Rio de Janeiro. A “vila de território” é pensada como um primeiro passo de um dispositivo de residências ainda mais vasto, que poderá ser aplicado tanto no Rio de Janeiro como em outras cidades brasileiras.

 

Através das convocatórias concebidas pelas junções e parcerias com instituições culturais dos dois países, este “ecossistema” de iniciativas e ideias é pensado para desenvolver e valorizar a implementação de residências de pesquisa, experimentação e criação, estando sempre acessível a todos os públicos. 

 

A Villa é aberta ao diálogo de culturas, e busca incitar e apoiar as co-criações entre artistas lusófonos e francófonos, tanto no Brasil como na França.

 

A Aliança Francesa do Rio de Janeiro, além de sede da coordenação nacional, exerce o papel de curso de francês e centro cultural francófono, através de suas filiais no município do Rio de Janeiro. Com uma moderna e completa estrutura, a Aliança Francesa do Rio de Janeiro propõe cursos de francês para todas as idades e níveis, com professores especializados e total apoio pedagógico. A Aliança Francesa é a única credenciada a realizar os exames para obtenção dos diplomas de proficiência linguística DELF e DALF, e também é centro de aplicação de testes e exames internacionalmente reconhecidos. A Aliança Francesa é uma instituição sem fins lucrativos, cujo principal objetivo é a difusão da língua francesa e das culturas francesa e francófona.  No Brasil, a Aliança Francesa está presente desde 1885.

ESTRUTURAS

A Villa Tijuca nasceu com a vocação de construir pontes entre diferentes públicos e culturas - francófona e lusófona- mas também de implementar uma rede de parcerias para as residências no Brasil através das Alianças Francesas, esperando estabelecer relações entre as instituições artísticas no Brasil e nos países francófonos. Os diferentes espaços cariocas da Aliança serão a base de tal projeto.

O Auditório de Tijuca

Renovado em março de 2022, é o espaço de trabalho privilegiado para os artistas em residência no Rio de Janeiro. Obviamente a cena de representação é aberta a todos os públicos: a Villa Tijuca tem o objetivo de alcançar pessoas além da comunidade da Aliança. 

 

O Teatro pode acolher tanto os projetos de teatros e dança como os de música. Também se pode projetar qualquer projeto audiovisual (cinema, artes visuais e digitais…)

 

Público : 

Tamanho do Palco :

Auditório Botafogo

O Auditório está situado na emblemática filial da Aliança Francesa do Rio que acolhe também uma galeria. Ele é um lugar privilegiado para acolher uma grande diversidade de projetos culturais: conferências, projeções, performances, teatro.

 

Público :  48 pessoas

Tamanho do Palco :

Galeria Aliança Francesa Botafogo

Ao lado do Auditório está situada a galeria, verdadeira vitrine da cultura francófona. Acessível toda a semana aos alunos e também a todas as pessoas que têm a vontade de conhecer artistas contemporâneos que abordam um diálogo entre o Brasil e a língua francesa.


Para propôr um projeto nas nossas estruturas, se pode contactar

residences@rioaliancafrancesa.com.br precisando o projeto e anexando os documentos úteis