Dezembro 2022 – Campo das Artes, Paraná

No mês de dezembro, a artista Delphine Gatinois estará em Curitiba para desenvolver o projeto “O menor agricultor do mundo” na Residência Artística O Caminho, realizada em parceria entre a Aliança Francesa e o Campo das Artes.

 

O Campo das Artes é um espaço focado em promover a valorização da arte e da cultura, oferecendo uma estrutura voltada ao encontro, pesquisa, produção e apresentação de ações artísticas e culturais, numa interlocução com a comunidade de São Luis do Purunã e a Paisagem Cultural dos Campos Gerais – cenário natural localizado a um hora de carro do centro da capital paranaense. O espaço foi criado por Luis Melo, um artista múltiplo que trouxe a semente do teatro e das produções artísticas coletivas para a criação desse espaço que é um convite para a criatividade.

 

Durante o período de residência, Delphine Gatinois também irá seguir para Irati e São Mateus do Sul, duas cidades do interior do Paraná que possuem uma grande produção agrícola. Com o apoio do Centro de Educação e Desenvolvimento dos Sistemas Tradicionais de Erva-mate (CEDErva – @cederva.br), uma rede colaborativa de pessoas que possuem interesse na temática de sistemas tradicionais de produção e desenvolvimento do cultivo da erva-mate, Gatinois irá conhecer mais sobre o plantio dessa planta que tem grande importância para a história e economia do estado.

 

A última parada da fotógrafa é o Faxinal do Emboque, comunidade rural que vive de modo sustentável e coletivo no que diz respeito à organização da vida comunitária, da produção de alimentos e criação de animais. Os Faxinais existem há pelo menos 200 anos no estado do Paraná, em um estado de equilíbrio entre o uso e a preservação do que a natureza oferece: a atividade econômica e a vida em comunidade. Nos Faxinais, a única cerca existente é a que circunda a comunidade, servindo de divisa entre as roças de alimentos, situadas do lado de fora e o faxinal em si: onde ficam as casas, a mata e a criação de animais. Cada um é dono de seus cavalos, bois, porcos e ovelhas, mas os animais ficam soltos e a terra é de uso comum. Também a floresta é comunitária, dela os moradores extraem pinhão, erva-mate e plantas medicinais.

Para além da Villa Tijuca

Também no âmbito do programa “O Caminho”, a Galeria Aliança Francesa Botafogo exibiu “Trois Sillons”, apresentando obras da Delphine Gatinois.

©BenoitFournier
©BenoitFournier

parceiros

Veja mais
Delphine Gatinois

©Eduardo Macarios
©Benoit Fournier

Galeria : Delphine Gatinois